PERÍODO DE ADAPTAÇÃO

 

A escola é o lugar onde a criança entra em contato com outras crianças, ouve balbucios e choros que não os seus próprios, começa a brincar com os outros e fica nas mãos de uma pessoa que não é sua mãe.

Tudo isso é o que se chama socialização, de grande importância para o seu filho. E é através da socialização (coletividade) que podemos favorecer progressos nas aquisições gerais da criança (marcha, linguagem, autonomia, brincadeiras, habilidades, etc.)

A inserção neste ambiente coletivo trata-se da entrada em um mundo desconhecido. E para a criança, bem como para todos que pertencem a seu mundo, é um momento de mudança de rotina, ou seja, um “período de adaptação”. Entendemos que essa adaptação é necessária para todos e, por isso, precisamos ter uma atenção especial a este período. Assim, vimos a necessidade de passar algumas dicas para que todos se acostumem mais facilmente a esta nova realidade.

– Neste período de entrada na escola, evite trocas recentes e bruscas (quarto, residência, babá, retirar fralda ou chupeta).

– Lembre sempre a seu filho que você está o acompanhando até a escola.

– Se a criança tem um “paninho”, chupeta ou bichinho, que sempre a acompanha, lembre-se de colocá-lo em sua mochila. Esse objeto fará companhia a ela durante a ausência dos pais.

– Durante o trajeto para a escola, lembre-lhe os nomes de alguns coleguinhas e de adultos que ela encontrará ali. Isso dará a ela referências estáveis e tranquilizadoras, e também pode ser feito em momentos de convivência entre vocês em casa. Além de tudo, proporciona trocas agradáveis para a criança. No trajeto, você também pode cantar e conversar com ela.

– Para transmitir eventuais recomendações use sempre a agenda. Ela é um importante elo entre família e escola.

– Evite despedidas longas. E importantíssimo que se despeça dando um beijo, dizendo que irá trabalhar e que mais tarde alguém (falar o nome) irá buscá-la. Conte sempre a verdade e não fuja às escondidas.

– Evite ficar tenso diante da criança. Por ter que começar o dia a todo o vapor, faça do momento de leva-la para a Escola uma oportunidade de convivência. Para sentir-se segura, ela precisa de alguns momentos de calma com você, por isso, deixe para “ligar os motores” depois, e nunca antes, pois a mensagem que fica para a criança é que ela é um fardo.

– Rotinas novas estão sendo estabelecidas, portanto, a escola tem horários precisos que você deve respeitar. Deixe a criança no horário correto e nessa primeira semana procure buscá-la 30 minutos antes do horário final do expediente, pois atrasos geram muita ansiedade neste primeiro momento.

– Uma reação muito comum nesse período é o choro. Diante deste, não o menospreze e não compare, apenas tente acalentá-la, dizendo que irá buscá-la daqui a algumas horas e que precisa trabalhar, enquanto ela irá brincar na escola. Fale sem infantilizar, mas na linguagem acessível à criança.

 

“MOMENTOS DE SEPARAÇÃO E ABERTURA SÃO INDISPENSÁVEIS PARA A FUTURA AUTONOMIA DA SUA CRIANÇA”